Cabo Delgado

Restabelecida corrente elétrica em Palma e Mocímboa da Praia

Num dos combates entre as Forças de Defesa e Segurança e os insurgentes em Awasse, Mocímboa da Praia, há sensivelmente três meses deixou os Distritos de Mocímboa da Praia e de Palma sem corrente eléctrica. Os combates fizeram com que a subestação elétrica de Awasse que alimenta os distritos nortenhos de Cabo Delgado interrompesse o fornecimento de energia eléctrica.

A Eletricidade de Moçambique (EDM) teve indicações de que a avaria estava exactamente na subestação de Awasse. Numa primeira fase, foi enviada uma equipa de técnicos da EDM para corrigir o problema. Pelo caminho, a equipa deparou-se com vários insurgentes, o que os impossibilitou de trabalhar no local e recuaram. Já no segundo dia, a mesma equipa foi acompanhada por uma unidade de militares e o Pinnacle News soube que houve um forte combate ao ponto de se abandonar a viatura da EDM no local.

Passados três meses sem corrente elétrica, os antigos combatentes da Luta de Libertação Nacional marcaram a data de hoje (18-10), como o dia “D” para resolver o problema da falta de corrente elétrica. A estratégia consistia em primeiro aliviar a estrada que liga Mueda à Mocimboa da Praia, via cruzamento de Awasse por forma a permitir que a equipa da EDM se fizesse a subestação. Pelo caminho, defrontaram insurgentes que controlavam aquele troço até Mocimboa da Praia e acabamos de ser reportados que os insurgentes abandonaram em debandada devido a ofensiva dos antigos combatentes. E o problema acaba de ser resolvido com sucesso, colocando Mocimboa da Praia e Palma iluminados e comunicáveis com o resto do Mundo. Portanto, a falta de água potável que era devido a falta de bombeamento nos distritos nortenhos, o carregamento de telefones celulares que era tido como deficiente e feito através de painéis solares entre outros impedimentos, acabam de ser corrigidos nestes distritos nortenhos.

Mueda – Praça dos Antigos Combatentes

Importa realçar que houve uma prévia disputa entre antigos combatentes e militares para a efectivação desta missão pois, os “antigos” negaram redondamente ir na linha de fogo com militares mas sim apenas entre eles.

Um comentário

  1. Nonte energia Palma

Deixar Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Subscrever a nossa newsletter diária