Rescaldos

Rescaldo Semanal 24.10.2020

Internacional

Nesta semana, vários órgãos de comunicação social internacional noticiaram a informação segundo a qual as autoridades Tanzanianas o ataque de insurgentes no seu território, vindos de Moçambique. Após o referido ataque, a Província de Mtwara e no povoado de Kitaya foram redobradas as medidas de segurança interfronteiriço.

Nossas fontes na Tanzânia disseram que a população de outras três aldeias Tanzanianas receberam ameaças orais e escritas (cartas) de uma possível incursão de insurgentes nomeadamente em Mihambwe, Chicongo e Nanyamba, todas ribeirinhas do rio Rovuma.

Nacional – Cabo Delgado

O Pinnacle News tornou público um áudio e texto mostrando o sucesso por detrás das operações levadas a cabo pelos antigos combatentes diante de insurgentes nas matas de Awasse. Segundo as informações, oficiais, 270 insurgentes foram mortos, sem no entanto haver registo de baixas no seio dos veteranos da Luta armada de Libertação Nacional.

Nossas fontes avançaram que a vitória foi celebrada em pompa e circunstaâncias em homenagem a um dos antigos combatentes chamado Naveta. Para os que fizeram parte deste combate, Naveta teve de submeter a todos antigos combatentes a um rigoroso ritual tradicional, dias antes da caçada que durou 3 dias. Do combate, recolheu-se diverso material de guerra. Alguns combatentes atrevidos levaram pertences dos abatidos (ouve-se no áudio em língua Chimakonde) como lembranças.

E um outro áudio de 16 minutos também foi por nós partilhado na qual o Comandante Geral da Unidade de Intervenção Rápida lançou duras criticas aos elementos da sua corporação.. No áudio, aquele o Comandante da UIR disse estar envergonhado pelo facto de antigos combantetes terem conduzido operações militares no lugar lugar dos jovens militares. Aliás, este chegou a chamar muitos dos presentes em formatura por oportunistas, sabotadores, medrosos e caçadores de salários mensais do Estado Moçambicano.

Nesta semana, houve vários ataques em todos os Distritos costeiros de Cabo Delgado circunscritos pelo Pinnacle News como sendo de simulações, fortes ameaças e de sobrevivência por parte de insurgentes. Estas presenças condicinaram o trafego terrestre e aumentou o número de deslocados via terrestre e marítima. Nalgumas fugas por via marítima, houve partos no interior de barcos cargueiros que ao longo desta temporad viraram barcos passageiros. Muitos dos passageiros, os quais nunca viajaram de frotas marítimas por longas horas, chegaram com hipotermia, náuseas, fome, tonturas e desgaste, sobretudo pela comodidade e riscos passados pela trajetória.

Distrito de Meluco

Este tem raramente sido visitado por insurgentes. Contudo, nesta semana, houve presença destes nas aldeias Nangololo e Roma, todas, junto da estrada Nacional que liga o Cruzamento de Silva Macua à Macomia Sede.

Distrito de Macomia

Registaram-se múltiplas ameaças e em dias diferentes sendo, nas aldeias Koko, Ntapwala e várias outras costeiras. Há relatos de que eram sempre, cerca de 10 homens. Em quase todas, houve roubo de excedentes agrícolas e animais domésticos. Nalgumas aldeias, houve confrontos com o recurso a balas de fogo mas, estes duravam pouco tempo e em todas as ocasiões, insurgentes recuavam.

Na aldeia Ntapwala, houve rapto de duas pessoas e posteriormente, as autoridades comunitárias locais anunciaram terem sido vistos, decapitados e abandonados nas matas.

Distrito Quissanga

Houve imagens em circulação nas redes sociais dando a entender que as matas de Cagembe 1 e 2, foram massivamente vasculhadas por militares Nacionais e Internacionais.

Pemba

Várias avionetas militares sobrevoaram dentro do raio autárquico e algumas, partiram para outros distritos, em missões militares.

Nos arquipélagos das Quirimbas

Para além de se confirmar a presença e incêndio de algumas infraestruturas com recurso a fogo posto em Matemo, houve muita deserção por parte de populares. O Primeiro destino foi a Praia do Paquitequete, na Cidade de Pemba onde tantos, aguardam por algum orientação para serem acolhidos em centros de acomodação de Pemba ou outros distritos sob orientações de Organizações não – Governamentais que cooperam com o Estado Moçambicano ou qualquer outra.

Outras

Graça Machel Mandela, visitou alguns centros de acolhimento de pessoas deslocadas de guerra em gesto de solidariedade.

De igual, muitos distritos da Província de Cabo Delgado, encontram-se a ser visitados pelo Presidente da República e Comandante em Chefe. Visitar Centros de acolhimento, dialogar com população sofredora e mobilizar as tropas, fazem parte da agenda do Presidente e seu elenco.

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Subscreva a nossa newsletter diária