Rescaldos

Rescaldo Semanal – 19.12.2020

Internacional

Esta semana foi de insistências ao Governo Moçambicano, por parte de diplomatas posicionados pela União Europeia com relação ao conflito em Cabo Delgado. A SADC acabou de agendar uma cimeira extraordinária para que nela se aborde sobre a segurança em Moçambique.

O Ministro da Defesa veio em público negar que o país tenha recentemente recebido equipamento bélico de proveniência Sul Africana.

O Papa Francisco recebeu em audiência, no Vaticano, o Bispo de Pemba, Dom Luis Fernando Lisboa onde por algumas horas, falaram sobre a situação de Guerra e humanitária de Cabo Delgado. Notícia complementar pode se ler no Vatican News.

Nacional

Nesta semana, o Presidente da República dirigiu-se a nação tendo na ocasião inferido dois slogans ao caracterizar o nosso país como sendo de “resposta inovadora e de renovada confiança”. Na mesma oportunidade, Nyusi afirmou que ” a nossa soberania não será negociada ou hipotecada!”. Para o Presidente da República, o conflito armado que se regista em Cabo Delgado e o Covid – 19 marcaram-lhe pela negativa. Contudo, foi também oportuno que ele orientasse aos Tribunais para o indulto aos idosos e pacientes que ainda prevalecem nas cadeias Moçambicanas após o cumprimento da metade de suas penas.

A pretensão de Mariano Nhongo de enviar parte do seu efetivo para negociar com o Estado uma Trégua foi motivo de debates radiofónicos e televisivos de Moçambique. As redes sociais não deixaram de fazer reparos correlação a esta posição. Recorde-se que Mariano Nhongo reclama, dentre vários direitos, a sua ascensão automática no trono da Renamo e seja considerado como substituto legal de Afonso Dhlakama em menosprezo de Ossufo Momade. Esta atitude é por ele tomada depois de terem sido publicadas em redes sociais que uma boa parte de seus familiares e estão sob custódia estatal. De recordar que o processo de desmilitarização que envolve homens da Renamo soma perto de 1500 guerrilheiros já desvinculados e de forma faseada, a escala Nacional, 257 dos quais, do sexo feminino.

De Niassa e concretamente em Cuamba, o Governo apelou a vigília diante de pessoas e ações que os possa induzir ao enriquecimento ilícito em vagas de emprego anunciadas pela Província de Cabo Delgado. Para o Governo, há gente aflita e propensa a aceitar atrações o gênero, facto que não trará vantagens para os aderentes e vale sempre, desconfiar e denunciar.

A Ministra do Gênero, Criança ação Social disse à Radio Moçambique que, o Governo Moçambicano e parceiros (Países europeus e Nações Unidas) vão construir casas para deslocados de Cabo Delgado. Estes pronunciamentos da Nyelete Mondhlane, sem avançar com números ou locais a serem edificadas, foram dados em Maputo, a margem da abertura do debate e m Celebração do vigésimo aniversário da Resolução 1325 do Conselho de Segurança da ONU, que define o plano Nacional de acção sobre Mulheres, Paz e Segurança.

Foi destaque em muitos órgãos de Comunicação Social, o facto do Comandante da Polícia, Bernardino Rafael, ter anunciado publicamente que parte de sua corporação cometeu erros ao longo do ano que mingua e pediu desculpas prometendo mudanças singulares e colectivas, no seio da sua corporação.

Cabo Delgado

O Distrito de Nangade registou ataques em série, seguramente perpetrados por insurgentes. Estes se deslocaram à várias aldeias, com o recurso a motos para assustar camponeses. Assim que os camponeses se refugiavam as matas, uma outra equipa de decapitadores ceifava vidas humanas. Neste Distrito e dentro da Vila, foram decapitadas mais de 10 pessoas e muito mais que este número, na periferia do Distrito. De igual, pelo menos 4 viaturas de caixa aberta, foram esvaziadas de combustível e incendiadas. Algumas infraestruturas foram também incendiadas. O mesmo aconteceu no Distrito de Macomia e concretamente no Posto administrativo de Chai onde dezenas de campinos foram esquartejados.

Nestes dois palcos de assaltos e terror, o Estado contou com a presença tardia de militares e para o caso específico de Nangade, antigos Combatentes se deslocaram para amainar os ânimos de insurgentes, facto que o Pinnacle News carece de resultados sobre esta acção. De fontes seguras, soubemos que o chefe dos antigos combatentes de Mueda conhecido por Naveta, vai a reforma por cegueira estando um outro e consensualmente votado, na dianteira desta classe.

Em Pemba, o Município foi a materializar o que foi recentemente aprovado pela Assembleia Municipal que é, erguer duas Estátuas de Alberto Chipande. Muitos comentam e sobretudo em “cronologias” de facebooks que as estátuas não correspondem com a actual postura do herói vivo e autor do primeiro tiro, na luta pela independência Nacional, frente ao colono Português, numa guerra que durou 10 anos. Importa realçar que Chipande encontra-se presente em Pemba, com toda a sua família e discursou prometendo, sem detalhes, “limpar” insurgentes.

Militares travaram um combate surpresa de oito horas consecutivas em Mocimboa da Praia e concretamente em Awasse que resultou na morte de 24 insurgentes e 6 militares. No local, militares abandonaram uma enorme viatura e caixa aberta que foi imobilizada por insurgentes. Os 16 feridos em combate, foram primeiro assistidos no Hospital Rural de Mueda e no dia seguinte, referenciados para o Hospital Provincial de Cabo Delgado, via aérea e acompanhados por equipas de médicos paramilitares. Nossas fontes confidenciaram que os pacientes passarão a quadra festiva que se avizinha, em ambiente familiar e possivelmente, nas suas terras de proveniência podendo retomar seus postos de trabalho, no ano que vem.

Nos relatórios classificados tem sido motivo de debates o facto de insurgentes encontrados no cruzamento de Awasse terem agido no terreno, de forma pro-activa, destemida e incisiva com homens em terra, acobertados por outros em arvores frondosas e mesmo espécie de trincheiras. Para o batalhão de militares estatais escalados para este embate, alguns dos quais recém reciclados na África do Sul e Zimbabwe, estas tácticas foram completamente novas e nunca dantes reportadas e recuaram ao pôr do sol. Para o Pinnacle News, esta acção e procurar pelo inimigo para combate-lo na ofensiva é raríssima pois, tem sido prático para militares, responderem na defensiva e respeitando alguns comandos de superiores hierárquicos.

O jornal eletrônico A Carta, anunciou terem sido detidos algures em Pemba, pelo menos dois falsos deslocados de guerra que conseguiram inventar documentação que se assemelha a autenticada para o acolhimento em centros de deslocados. Os documentos e autenticidade dos autores, encontram-se a ser reaveriguados pela Polícia.

Nas matas de Phundanhar, apesar de terem sido atacadas recentemente viaturas contendo viveres com o destino a Palma, alguns motoristas voltaram a praticar esta rota para alimentar barracas de Palma.

Terminamos o penúltimo rescaldo do ano 2020 assegurando que deram entrada pela Província de Cabo Delgado, várias meios circulantes para fazerem o combate contra a insurgência.

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Subscreva a nossa newsletter diária