Perdidos e Achados

Pânico na praia de Paquitequete – Pemba, pela captura de suposto insurgente

Neste primeiro de Janeiro de 2021, chegou na praia de Paquitequete, na Cidade Portuária de Pemba, uma embarcação à vela, muito conhecida e que trazia vários passageiros sendo um deles, estranho desde a terra por onde ele a subiu – Ilha Kiziwi.

O referido passageiro, na idade de 30 anos, de sexo masculino, não trazia alguma documentação e não conseguia responder a alguma pergunta de triagem feita pela Polícia no local, mostrando a sua desconeção para com a sociedade na qual ele estava inserido. Aliás, chegou a ensaiar neutralizar a própria Polícia, com o recurso a força brutal.

“De onde vem? Para onde vai? Aonde estão teus documentos pessoais? Aonde vais hospedar? Com quem estás?” – Eram perguntas feitas em linguas emakhua e kimwane e ele as entendia muito bem e não era humilde e nem mesmo coerente nas respostas tendo uma das passageiras quebrando o gelo ao denuncia-lo frente a frente de que, ele acabava de se refugiar na Ilha Kiziwi por alguns dias, aguardando por uma oportunidade do género, para fuga e era tido como forte suspeito.

A Polícia em Pemba – praia de Paquitequete, tratou este caso com prudencia ao isolar e recolher aquele suspeito, para a esquadra mais próxima.

Outros dados da Cidade de Pemba, apontam que houve dezenas de jovens detidos em conecção com a renitência de lançamento de objectos pirotécnicos ao longo da passagem do ano enquanto a Polícia havia proibido. Outros, pelo excesso de uso de som alto, em viaturas e barracas.

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Subscreva a nossa newsletter diária

Verifique na sua caixa de correio ou na pasta de spam para confirmar a sua subscrição.