Cabo Delgado

Palma: um pesadelo sem fim

Uma fotografia aérea captada por um dos helicópteros que faz cobertura as forças governamentais no terreno, em Palma, mostra um cenário em que algumas viaturas foram imobilizadas ao longo do troço Palma – Quionga devido a emboscadas dos insurgentes. Na imagem, (fazer zoom), vêm-se corpos de condutores mortos quando tentavam fugir da violência na vila de Palma. 

O Pinancle News soube que uma das viaturas que conseguiu atravessar a uma das emboscadas no referido troço teve três dos seus ocupantes alvejados mortalmente. A mesma viatura conseguiu chegar a cidade de Pemba. Os familiares das vitimas mortais estão sendo devidamente contactadas. 

Os deslocados de Palma que chegam à Pemba por via marítima, concretamente na praia de Paquitequete, são interditos de abandonar as embarcações para efeitos de fiscalização. Alguns chegam a pernoitar nos barcos, incluindo mulheres gravidas, doentes e feridos, que o longo de dias fizeram o trajecto marítimo de aproximadamente 170 milhas com fome e sem água potável em mar aberto. Quem por ventura abandona as embarcações sem passar pelo processo de fiscalização / revista é punido ou denunciado às forças conjuntas, nomeadamente a policia de protecção civil, autoridades comunitárias, entre outros.  

A demanda por transportes inter-provinciais aumentou consideravelmente na cidade de Pemba, chegando-se a cumprir uma terceira escala que parte 17h00, por parte das maiores transportadoras. São muitos os que procuram chegar a outros destinos, com maior destaque para Nampula. 

One Comment

  1. Isso significa que Palma está fora do controlo das Forças de Defesa e Segurança ou sitiada. Será isso? Preocupa sobremaneira a situação da população local. E que relatos tereis da mesma?

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Subscreva a nossa newsletter diária

Verifique na sua caixa de correio ou na pasta de spam para confirmar a sua subscrição.