Cabo Delgado

Palma: Há carência de meios de transporte

A vontade (pessoal ou familiar) de sair do Distrito de Palma, aumenta a cada dia que passa. Contudo, já nenhum meio escala Palma e os que existiam em Palma, praticamente todos já foram postos fora do mesmo Distrito, ao longo do recente ou dias depois do combate do Dia 24 de Março de 2021.

A via marítima e com o recurso a barcos a vela, foi interdita pela Polícia lacustre e aos que necessitem escalar Palma, geralmente à partir de Pemba, deve ter uma boa justificação.

A Bia terrestre, passando por Phundanhar, dá medo por ser reconhecida como corredor de insurgentes.

A actual via de saída de Palma tem sido primeiro, entrar em Tanzânia e percorrer em atalhos da Tanzânia, ao longo do rio Rovuma para depois, sobressair em Ntambaswara (Negomano) e mais uma vez, sobressair por Mueda e recolher o proximo destino. Portanto, sair de Palma, constitui um martírio para os que sobreviveram ou haviam se refugiado para as matas e pretendem se deslocar a terras seguramente seguras.

As Imagens na fotografia, foram tiradas na Vila de Quitunda – Palma e por sinal, o local que acolhe uma boa parte de fugitivos de guerra.

A fuga de vários residentes de Palma (é também) devido a estrondos de armas sobretudo na calada de todas as noites, chegando-se a confundir com uma nova presença de insurgentes.

De recordar que uma fonte no seio de insurgentes fez acreditar a população local de que ao longo do Mês de Ramadão não haverá ataque.

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Voz de Cabo Delgado

Subscreva a nossa newsletter diária

Verifique na sua caixa de correio ou na pasta de spam para confirmar a sua subscrição.