Perdidos e Achados

Nacala Porto: Centro de acolhimento resiste atender gente desfavorecida, apesar do custo de vida ser caríssimo

O Grupo de Referência de Nacala Porto, efectuou uma visita agendada as instalações do Centro de acolhimento Madre Maria Pillar, no passado final de Semana onde, se inteirou sobre os sucessos e insucessos daquela instituição.

dav

Segundo irmã Berenice, aquela Unidade caritativa com componente de atendimento sanitário à crianças e Mulheres desfavorecidas, usa energia eléctrica de 20 mil mensais, facto que não é sustentável. Outro sim, há muito mais crianças a serem colocadas fora do circuito de ensino infantil, por se respeitarem novas regras de distanciamento social e custos para a higienização de cada criança e recinto estudantil.

sdr

Por seu turno, a Procuradora Chefe do Distrito de Nacala, Helena Ábaco Mania e por sinal, a responsável deste grupo, tomou notas e encoraja as irmãs religiosas a fazerem os seus máximos, para uma boa educação, alimentação, atendimento sanitário e recreativo de crianças e pessoas desfavorecidas.

sdr

Recorde-se que os Grupos de referência é promíscuo e existem em vários Distritos de Moçambique, para a defesa de interesses de gente desfavorecida e em riscos de tráfico. Crianças, mulheres e gente albina são o seu foco e é composto pela máquina Judiciaria, jornalistas, liderança comunitária, sociedade civil entre outros de boa-fé. O de Nacala faz parte de um dos primeiros da província de Nampula e do País.

Fotos: Grupo de Referência de Nacala

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Subscreva a nossa newsletter diária

Verifique na sua caixa de correio ou na pasta de spam para confirmar a sua subscrição.