Cabo Delgado

Mueda: Bancos comerciais encerram balcões temendo caos

Pelo menos três agências bancarias comerciais nomeadamente o Banco Comercial de Moçambique (BCI), o Millenium BIM e ABSA, encontram-se a fechar seus balcões e o atendimento ao público, um atrás do outro, ao longo desta segunda quinzena de Novembro de 2020.

Os clientes destas filiais encontram-se indignados e acredita-se que estão por de trás dos fortes motivos, o facto de terem sido recentemente atacadas últimas aldeias do Distrito de Muidumbe que distam menos de 30 km destes mesmos bancos. Outro sim, tem sido o modos operando de insurgentes, explodir ATMs de todo o qualquer Distrito por eles escalados. Em Mocimboa da Praia, por exemplo, assistiu-se o assalto e explosão de caixas eletrônicas do Banco Comercial de Moçambique (BIM) e o dinheiro, foi redistribuído a alguns populares. Caso semelhante aconteceu nos dias de ataques ao Distrito de Macomia.

Familiares e personalidades próximas ao Governo e ao Partido Frelimo evacuam de Mueda

O Distrito de Mueda constitui o local onde o cordão umbilical dos maiores e actuais dirigentes de Moçambique ora no poder caíram. Desta feita, vários membros familiares destes dirigentes do partido no poder, encontram-se a se despedir da vizinhança e escolheram outras cidades para se refugiarem. Para trás, deixam a terra e a história, colocando todos os outros concidadãos incertos sobre o futuro deste histórico Município.

Recorde-se que Mueda vem sendo o último entroncamento para se chegar na República Unida da Tanzânia, local onde várias trocas comerciais têm sido feitas entre a Tanzânia e Moçambique e o destaque vai para o corredor de recepção de uma média de 10 viaturas de segunda mão, vindas do Japão.

Deixar Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Subscrever a nossa newsletter diária