Cabo Delgado, Nacional

Drafts da Polícia apontam despromoções e transferências aos da UIR

Um total de 150 homens da Unidade de intervenção rápida e anti-motim, os quais viram as suas carreiras profissionais meia-interrompidas, pelo facto de terem se abstido de continuarem nas fileiras de linhas de Combate, um pouco pela Província de Cabo Delgado, vão ter os seus veredictos, nesta semana.

O Pinnacle News soube de fontes seguras de que, tratam-se de 30 oriundos da Província de Niassa, outros 30 da província da Zambézia e outros 60 de Nampula que poderão ser alertados de que serão despromovidos das fileiras da Unidade de intervenção rápida para as Policias (Transito, SERNIC e de protecção) e também, serão transferidos da província de Cabo delgado, local onde estes rejeitaram permanecer por mais alguns meses, para outras províncias que não sejam as suas origens e nem mesmo a de Cabo Delgado.

Tecnicamente, estas despromoções valem redução de seus ordenados de perto de 11 mil meticais para os 8 mil mensais e suas permanências nas fileiras da Corporação.

Prometemos partilhar a documentação oficial (também nas nossas plataformas), dentro de algumas horas.

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Subscreva a nossa newsletter diária