Rescaldos

Rescaldo de 26.12.2020

Internacional

Multiplicam-se as intenções de apoio de vários países no combate contra insurgentes que operam em Cabo Delgado.

Os Estados Unidos da América manifestaram a sua intenção de envolver a sua pujança militar e ajuda humanitária. Por seu turno a União Europeia tem promovido debates parlamentares com foco na situação em Moçambique.

Nacional

Os ataques armados perpetrados pela Junta militar da Renamo na zona centro do país podem estar prestes a terminar. Marian Nhongo, lider da auto-proclamada Junta Junta militar anunciou publicamente a sua intenção de suspender os ataques nas Provincias de Sofala e Manica. Estes ataques unilaterais tiveram o início semanas após a morte de Afonso Dhlakama. O descalar dos ataques começou teve impacto com o anúncio do Governo de amnistiar aos da ala da Junta Militar e a intenção de integração dos elementos da Junta no processo de DDR.

O Presidente da Republica Filipe Jacinto Nyusi orientou nesta semana o patentemento de dezenas de oficiais dos serviços de Migração os quais serão afectos em vários pontos do Pais a partir de Janeiro próximo.

Armas de fogo empunhadas por Forças militares conjuntas do Estado Moçambicano mataram na província de Tete, Distrito de Tsangano e na aldeia Ntengo Wa Mbalame. Esteve na origem das seis mortes e uma dezena de feridos no conflito que perdura cinco dias o facto de populares não estarem conformados com uma decisão do Tribunal com relação a um conflito de terra.

Cabo Delgado

Em Palma – Mute, houve um conflito militar envolvendo soldados das Forcas Armadas e defesa de Mocambique e uma Unidade de Insurgentes que aparentemente atacaram sem um plano de saída. Acredita-se que os insurgentes atacaram Mute com objectivos de saquear e pilhar bens alimentícios. Entretanto, os insurgentes foram prontamente travados por militares de varias especialidades, autónomos e que lidam com vários equipamentos militar blindado, tendo perdido seis integrantes do grupo.

Em Mocimboa da Praia – Awasse, um segundo grupo de militares de diferentes especialidades escalou a área para um segundo combate contra insurgentes. No local, observou-se uma completq ausência de insurgentes. Com a ausência de insurgentes na posição de Awasse, as Forças de Defesa e Segurança planeiam restabelecer o controlo da estrada de Mueda à Pemba, via Awasse. Esta acção passará primeiro, pela implantação de uma nova forca militar em Awasse que possa proteger a subestação eléctrica por ca implantada.

Em Pemba, depois de longas investigações confirmou-se a captura de Omary Khamis, o jovem de nacionalidade Tanzaniana, capturado em Outubro de 2020. Omary Khamis tem sua conta no Facebook, acessível apenas para um grupo de perto de 100 amigos onde, posta com regularidade sucessos de das intervenções de insurgentes em tempo real e mesmo, do modo de vida actual de insurgentes (trajados de roupa e armamento militar Mocambicano), que estão em Mocimboa da Praia, principalmente.

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Voz de Cabo Delgado

Subscreva a nossa newsletter diária

Verifique na sua caixa de correio ou na pasta de spam para confirmar a sua subscrição.