Cabo Delgado

Mocimboa da Praia: Insurgentes deixam para trás, uma livraria

Variedade de livros corânicos, armamento ligeiro e pesado era escondido e partilhado por insurgentes, em matas, túneis e grutas do Distrito de Mocimboa da Praia.

Estás novas amostras, somam mais de 100 livros e diários que há bem poucas horas, pertenciam a vários insurgentes que os abandonaram e escapuliram ao notar a presença de forças militares.

Uma fonte amiga do Pinnacle News disse que o tipo de túneis era invisível para helicópteros que pretendessem fazer buscas. Mesmo as lonas ou tendas, eram verdadeiramente migratórias facto que, a estas alturas, os proprietários encontram-se ao relento.

Recorde-se que na manhã de hoje (18-09), pelo menos cinco corpos de pessoas adultas, foram encontrados decapitados, há sensivelmente 17 km do local onde este material foi achado (norte do rio Messalo). De igual, nas mesmas matas, foram resgatados pelo menos 22 pessoas de todas as idades duas das quais, acabaram sucumbindo ao longo da trajectória de resgate que foi, das matas de Mbau – Mocimboa da Praia, para a Vila de Mocimboa e depois, em barcos militares, para a Cidade de Pemba, para cuidados médicos. Quase todos os que foram resgatados, estavam há dias sem alimentação condigna e sofriam de hipotermia. Estes, serviam aos alshabbabs de forma compulsiva, como pessoal de apoio.

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Voz de Cabo Delgado

Subscreva a nossa newsletter diária

Verifique na sua caixa de correio ou na pasta de spam para confirmar a sua subscrição.