Cabo Delgado, Internacional

Insurgentes atacam mais uma aldeia na Tanzânia

(Actualização 16:10 – Subiu de dois para três o número de militares tanzanianos mortos no ataque a Kitaya)

Dois dias depois do ataque ao povoado de Kitaya, a aldeia Mahembe, junto a fronteira com a República Democrática do Congo encontra-se a ser invadida por insurgentes, colocando possibilidades de se tratar de ataques coordenados de duas frentes do ISCAP.

(Aguardamos por mais dados a respeito deste ataque).

Viatura militar incendiada por insurgentes em Kitaya

Segundo um dos integrantes do grupo de telegrama do Pinnacle News, o Governo da Tanzânia adquiriu entre 2011 a 2012 um lote de 10 tanques do modelo WZ-551, com capacidade para onze ocupantes de fabrico Chinês. Trata-se de viaturas blindadas resultantes da comperação entre a China e alguns Países Africanos.

Imagem ilustrativa

Da incursão de insurgentes na vizinha República da Tanzânia, na noite de 14 de Outubro de 2020, uma das nove viaturas incenciada no local com o recurso a combustíveis pertencia a Unidade Militar de Kitaya.

A presença deste tipo de viatura de protecção de altas individualidades junto da fronteira representa um aparato militar que seguramente existe desde o oceano Índico, a orla do rio Rovuma (ao norte das províncias de Cabo Delgado e Niassa).

Importa recordar que pelo menos dois militares também foram decapitados no local, para além de outros 15 civis, tendo se registrado a destruição de uma unidade nanitária, pavilhão estudantil primário e inúmeras casas pertencentes a famílias camponesas.

Armamento capturado na incursão a Kitaya

Com estes dois novos focos de combate, os insurgentes acabam de fortalecer o seu armamento bélico, depois de terem sido bloqueadas as possibilidades de obtenção de armamento ao nível das suas frentes em Cabo Delgado.

(Próximo artigo: Insurgentes sem sucesso no recente ataque em Ulumbe – Palma, Cabo Delgado)

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Voz de Cabo Delgado

Subscreva a nossa newsletter diária

Verifique na sua caixa de correio ou na pasta de spam para confirmar a sua subscrição.