Cabo Delgado

Insurgentes atacam e matam na posição de guardas-fronteira

30-09-2020 – A Posição paramilitar de Nyica do Rovuma, no Distrito fronteiriço de Palma, Província de Cabo Delgado, foi atacada por um número não especificado de insurgentes, na tarde do dia 28 de Setembro de 2020.

Nossas fontes apontam que Nyica fica a sensivelmente sete quilómetros do rio Rovuma, fronteira com a República de Tanzânia e nas imediações desta aldeia, foi capturado um casal e foram consultados em que aldeia viviam. Estes responderam que viviam na aldeia Nyica e foi motivo de se informarem com estes, ao longo de todo o dia, tendo em seguida os insurgentes, se preparado para o ataque estratégico a começar pela posição paramilitar de Militares e guardas fronteiriços.

Do combate, tivemos indicações de que pelo menos um agente da guarda fronteira perdeu a vida no local e outros resistiram até um certo ponto, tendo posteriormente abandonado aquela posição. Momentos depois, insurgentes colocaram-se a incendiar toda a aldeia de Nyica e esta informação apenas chegou à Sede do Distrito de Palma no dia seguinte, devido a falta de Comunicação telefónica a partir daquele ponto.

O Pinnacle News soube que pelo menos o homem que foi capturado conjuntamente com a sua esposa escapuliu enquanto os insurgentes combatiam as forças governamentais e ainda se procura pelo paradeiro da senhora.

Entretanto, hoje (30-09), insurgentes encontram-se a criar desmandos no Povoado de Pangane, Distrito de Macomia, na Província de Cabo Delgado de onde lhe traremos, as principais incidências.

Um comentário

  1. Love all news. Interested.

Deixar Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Subscrever a nossa newsletter diária