Cabo Delgado, Internacional

Em Tanzânia & Moçambique: Insurgentes protagonizam ataques em simultâneo

Ao longo da noite de 14 de Outubro de 2020, incendiários perpetraram dois ataques simultaneamente, sendo um em Moçambique – Macomia – bairro Nacate e outro em Tanzânia – Ntwara, causando incêndio de casas e pânico nas comunidades locais.

EM MOÇAMBIQUE

Tal como reportamos na anterior publicação do Facebook do Pinnacle News, uma média de 80 homens fez-se presente pelo povoado de Nacate, Distrito de Macomia onde militares se aperceberam e ripostaram também com fogo.

Neste povoado, insurgentes não progrediram mas sim, se redistribuíram em três grupos sendo, uns a dispararem contra Forças Armadas de Defesa e Segurança, outros a incendiarem casas e o último grupo, a pilhar no interior de todas as casas incluindo, em currais.

O conflito armado durou perto de três horas e há relatos que na manhã deste 15 de Outubro, Militares se encontram no terreno a avaliar danos e já se conta uma média de 16 casas que foram incendiadas, casas e currais vandalizados e há registo de uma morte, no interior de uma das casas incendiadas da aldeia Nacate.

De igual, o trânsito de Macomia para a cidade de Pemba, foi reaberto e circula-se.

Importa realçar que este grupo de insurgentes, recuou pelo mesmo caminho de entrada em Macomia que é o parque nacional das Quirimbas.

Imagem: Arlindo Chissale

NA TANZÂNIA

A Semelhança do Povoado e Posto Policial fronteiriço de Nyica, no Distrito de Palma que viveu trauma há sensivelmente três semanas, provavelmente o mesmo grupo de insurgentes tenha escalado saltar o rio Rovuma, assim transitável a pé pelo fraco caudal, para incendiar casas.

O acto aconteceu (tal como recentemente o dissemos), na mesma hora em que decorria o ataque em Moçambique – Macomia – Nacate. Desta incursão que colocou população tanzaniana e alguma que havia acolhido moçambicanos deslocados de guerra, fala-se de 15 decapitações mas, ainda carecemos de detalhes sobre as perdas (apesar de terem sido incendiadas uma vintena de casas) e contamos com pormenores em canais tanzanianos e redes sociais a destacar, Twitter. Acredita-se que este grupo tenha regressado à Moçambique, na mesma noite.

Um comentário

  1. Muito triste

Deixar Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Subscrever a nossa newsletter diária