Cabo Delgado, Nampula

Chiúre: Mais crimes com o recurso a instrumentos que insurgentes usam

Mais de dez meliantes, assaltou a principal residência do Director do Posto de cobranças da Autoridade Tributaria. O referido assalto consistiu na captura e neutralização do guarda, invasão da residência, tortura dos ocupantes e forcados a mostrarem aonde se guardavam valores líquidos. No momento de agonia, o referido Director, mostrou mais de 600 mil meticais, fruto de colectas de receitas locais por alguns dias. – Disse a Policia local.

Depois dos meliantes terem se escapulido, os ocupantes da casa, puseram-se as gritarias, pela madrugada do mesmo dia 22 de Agosto, tendo a vizinhança acordado para apenas socorre-los para a maior Unidade sanitária local.

A mesma vizinhança acredita que os assaltantes não são residentes e nem nativos de Chiúre – Cabo Delgado mas sim, algures em Nampula.

Crimes similares acontecem no Município de Chiúre e este é o terceiro, neste 2021 e o caricato é que, no momento de dar ocorrências, o efectivo policial alegou que não poderia se deslocar naquela hora para o local do crime pois, o Posto Policial estaria abandonado, por falta de efectivo. – Soube o Pinnacle News. Os primeiros dois crimes similares, foi com o recurso a instrumentos contundentes (facas e catanas), a comerciantes que acabavam de se implantar neste Município para reiniciarem com a vida comercial, vindos de Mocimboa da Praia, entanto que deslocados de guerra.

Desta feita, virou moda pela Província de Cabo Delgado e em Distritos alegadamente pacíficos e seguros, haver assaltos com o recurso a ferramentas contundentes.

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Voz de Cabo Delgado

Subscreva a nossa newsletter diária

Verifique na sua caixa de correio ou na pasta de spam para confirmar a sua subscrição.